DICAS DE SAÚDE

Vitamina D

A vitamina D é muito importante para o bom funcionamento do nosso organismo. Ela é responsável por metabolizar o cálcio e o fósforo no nosso organismo e é essencial para a saúde dos ossos, regulação do sistema imunológico, cardiovascular, músculos, metabolismo e insulina.

 

De acordo com o Ministério da Saúde, 80% da necessidade diária pode ser adquirida pela exposição diária ao sol. Mas alimentos como leite integral, fígado e peixes de águas profundas como salmão e atum, também são fontes de vitamina D.

 

Para garantir a ingestão diária de vitamina D no organismo, é recomendável a exposição solar, em média 20 minutos de exposição solar, sem proteção, pois os raios ultravioletas do tipo B (UVB) são capazes de ativar a síntese desta substância, ela também pode ser encontrada, em menor quantidade, em alguns alimentos como leite, fígado e peixes gordurosos. Também podemos encontrar a Vitamina D em forma de suplemento, que é mais recomendado para quem tem deficiência ou insuficiência desta vitamina no organismo.

 

 

Benefícios

A Vitamina D têm um papel importante na contração muscular, em todos os tipos de músculos, inclusive o coração. Quando há a deficiência desta vitamina no organismo, pode-se sentir fraqueza muscular acentuada e muito cansaço, no coração, ela ajuda no controle das contrações do músculo cardíaco, para o bombeamento de sangue para o corpo. Ela também fortalece o sistema de defesa do organismo, auxiliando na prevenção de doenças.

 

Durante a gestação a deficiência de vitamina D está associada ao aumento de risco de hipertensão arterial e de diabetes gestacional, bem como ao nascimento de bebês com baixo peso ou pequenos para a idade gestacional.

 

Estudos mostram que a vitamina D pode auxiliar na prevenção de diversos tipos de câncer, já que atua no processo de diferenciação celular, evitando o aparecimento de células cancerígenas.

 

A vitamina D é necessária na manutenção do tecido ósseo, ela influencia consideravelmente no sistema imunológico, sendo utilizada no tratamento de doenças autoimunes, como esclerose múltipla e artrite reumatoide.